Depoimentos Iê Netz:

Grupo de Capoeira Angola Chípaia de Ouro   (Brasil)

 O que precisamos para termos um futuro digno é acreditar que a união dos povos através das manifestações culturais é um elo de ligação.Tendo em vista que o Brasil é a maior miscigenação mundial em sua formação, em nossas artérias corre sangue de todos continentes, então nesse contexto Brasil Alemanha e África já estão interligadas e Ribeirão Preto como parte desta fusão vem contribuir para fortalecer o laço entre as nações.

Um povo que preserva a sua historia é uma nação forte garantindo um futuro verdadeiro.
(Mestre Garcia)


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


GADA Grupo de Amparo ao Doente de AIDS   (Brasil)

O Projeto Arte Para Todos, em parceria com a Fundação CASA, desenvolveu no mês de Março atividades referente à Luta Contra a Discriminação Racial, projeto este coordenado pelo Mestre Pim-Pim.

Foram desenvolvidas atividades na modalidade de artes plásticas, realizadas pelos educadores Aparecido Diani (Batatais) e Lucinéia Santos (Ribeirão Preto) juntamente com os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, orientados pela Coordenadora Máyra Romano do Projeto Arte Para Todos.

Na cidade de Ribeirão Preto, o trabalho foi focado na discriminação racial das mulheres, sendo realizadas rodas de bate-papo, reflexão e por fim, expressão artística através de pinturas em tela. No dia 27 de Março foi realizada uma exposição dos trabalhos realizados em prol do Projeto “Luta Contra Discriminação Racial” onde houve a leitura de um texto trabalhado com os adolescentes sobre a temática.

Na cidade de Batatais do educador Aparecido Diani trabalhou com os adolescentes sobre as diversas discriminações raciais através de reflexões, bate-papo e expressão artística por meio da pintura do muro do ambiente socioeducativo, pelos adolescentes e por trabalhos abstratos referentes à temática.

Release sobre a pintura do muro:

A discriminação, como o preconceito, é o apego apaixonado a convicções pessoais. É a zona de conforto adotada pela mente para transitar com relativa segurança. O que sai desse limite é ameaçador, impuro, descartável.

O bem e o belo representados pela natureza e os bons sentimentos, podem ser o antídoto da ignorância alimentando a discriminação, que esclarecida abraçará a todos como irmãos, filhos do mesmo Pai!

 

Concluímos que a participação no Projeto Luta Contra a Discriminação Racial foi de grande valor ao público atingido, pois podemos notar que em nossa sociedade há várias lacunas e carências para a compreensão da temática abordada. A luta precisa ser constante para conseguirmos conscientizar a sociedade sobre o preconceito existente nas diversas raças.

Finalizo com uma reflexão do brasileiro Poeta de periferia, Sérgio Vaz:

“Não confunda briga com luta. Briga tem hora para acabar, a luta é para uma vida inteira”.

 

Máyra Leticia Romano

Coordenadora Regional – Projeto Arte Para Todos – GADA

Aparecido Diani

Lucinéia Santos

Arte-educadores – Projeto Arte Para Todos – GADA

 

 

21 de Março - Dia Internacional pela Luta Contra a Discriminação Racial

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário